Melhorias na criação de novos ambientes no Moodle da USP

Desde quinta-feira 20/07/2017 a interface de criação dos ambientes de apoio às disciplinas da USP no Moodle da USP mudou um pouco. As principais mudanças:

  1. Agora a junção de várias turmas num único ambiente é configurada durante a  criação do ambiente. Docentes podem incluir outras turmas (e os colegas ministrantes) na hora de criar o ambiente, um interface bem mais intuitivo do que o processo anterior.
  2. A configuração onde o docente escolha abrir ou não seu ambiente para visitantes (e Google) ficou mais evidente.

Veja o processo novo em algumas capturas de tela:

Passo 1: acessar página principal do Moodle

Note que a possibilidade de criar ambientes somente aparece para quem foi cadastrado no Júpiter/Janus como ministrante de uma turma do ano corrente ( e não para o “coordenador” de uma disciplina, por exemplo).

Para docentes ministrando turmas (conforme cadastrado no Júpiter/Janus pela seção de graduação ou pós) aparece na página principal do Moodle um botão verde "criar ambiente".
Para docentes ministrando turmas (conforme cadastrado no Júpiter/Janus pela seção de graduação ou pós) aparece na página principal do Moodle um botão verde “criar ambiente”.

Passo 2: configurações básicas

Uma confusão recorrente era o acesso por “visitantes” dos materiais disponibilizados e a visibilidade do ambiente nos índices do Google. Por padrão este acesso é liberado, mas agora a opção de fechar seu ambiente fica mais óbvio para o ministrante.

Após clicar "criar ambiente", o docente define, junto com informações básicas do ambiente, se o material didático disponibilizado pode ser acessado por pessoas fora da USP ou somente para os alunos matriculados.
Após clicar “criar ambiente”, o docente define, junto com informações básicas do ambiente, se o material didático disponibilizado pode ser acessado por pessoas fora da USP ou somente para os alunos matriculados.

Passo 3: escolher a turmas

Anteriormente, a junção de outras turmas da mesma disciplina (algo que recomendamos fortemente por simplificar muito a manutenção do ambiente) era um processo com vários passos. Agora o ministrante de qualquer turma pode facilmente acrescentar outras turmas (e colegas) no ambiente sendo criado.

Qualquer docente ministrante de qualquer turma pode juntar os alunos e colegas de outras turmas da mesma disciplina. É essencial de coordenar isso com os outros membros da equipe.
Qualquer docente ministrante de qualquer turma pode juntar os alunos e colegas de outras turmas da mesma disciplina. É essencial de coordenar isso com os outros membros da equipe.

Passo 4: verificar inscrições

Juntando turmas cria “grupos” no Moodle, o que possibilita mandar mensagens somente para uma turma, restringir o acesso de recursos ou atividades por turma, etc. Veja mais sobre “Grupos” no Moodle aqui.

Opcionalmente, verifique que as inscrições dos alunos foram efetuadas corretamente, clicando em Usuários / Grupos
Opcionalmente, verifique que as inscrições dos alunos foram efetuadas corretamente, clicando em Usuários / Grupos

O processo inteiro:

A inscrição dos alunos demora até 5 minutos para turmas grandes de 900 alunos.

Créditos

Este trabalho foi possível pela ajuda do PRG na manutenção do Moodle da USP / E-Disciplinas e implementado pelo Codely e o grupo ATP. A operacionalização (“deploy”) é feito pelo setor InterNuvem do STI.

Novidades do Moodle 2.9

No início de janeiro 2016 atualizamos o Moodle do Stoa para a versão 2.9 [1] . Veja as novidades (Moodle 2.8 e Moodle 2.9). Alguns destaques:

Autosave do editor visual

O Atto, o editor visual do Moodle, agora salva o seu texto a cada minuto (se sua conexão está ok). Caso houver problema na hora de salvar, o texto será recuperado automaticamente ao acessar o mesmo lugar mais tarde.

Atto autosave
O editor visual Atto do Moodle salva automaticamente o seu texto (e recupere se não conseguiu salvar o texto corretamente).

Colar e Arrastar imagem para dentro do Atto

Falando de Atto, agora é possível copiar e colar imagens dentro do editor, ou até arrastar do desktop ou gerenciador de arquivos do seu computador local.

Recuperar atividades apagados por engano

Antigamente era muito difícil de recuperar atividades que foram apagados por engano. Temos backups, mas ainda não existe um sistema amigável de recuperar somente uma atividade ou recursos, sem afetar o Moodle inteiro. Por isso, era pouco praticável recuperar os dados se algum fórum ou questionário era removido, o que era especialmente chato quando contribuições de alunos foram perdidas.

Agora existe uma nova funcionalidade “lixeira” ou “recycle bin”. Após remover uma atividade ou recurso vai aparecer no bloco Administração um link: recycle bin(talvez traduzimos para “Lixeira” mais tarde). Neste link vai ser possível recuperar a atividades, incluindo os dados dos usuários!

A "Recycle bin" ou Lixeira contém itens removidos do curso até 21 dias antes.
A “Recycle bin” ou Lixeira contém itens removidos do curso até 21 dias antes.

Configurei a ferramenta para ficar com os itens 21 dias. Um professor ou monitor pode apagar um item também definitivamente.

Assinar um único tópico de um fórum

Agora é possível gerenciar se quer assinar (receber notificações via email ou celular) um único tópico dentro de um fórum ou mais do que um, ao vez de assinar ou não-assinar o fórum como um todo.

Assinar ou não (receber notificações) de tópicos individuais.
Assinar ou não (receber notificações) de tópicos individuais.

Nova interface de montar um Questionário

Ficou bem mais lógico a interface que permite acrescentar questões (existentes, ou do banco de questões) a um questionário. Além de simplificar este processo, agora é possível condicionar a liberação de uma questão a ter feita uma questão anterior. Veja mais.

A nova interface de montar um questionário.
A nova interface de montar um questionário.

 

 


[1] O grupo ATP segue o Open University de ficar sempre 6 mêses atrás da última versão estável do Moodle. Esta vez, os Moodles de Extensão e do curso Licenciatura em Ciências terão que esperar até fevereiro.

Disciplinas de 2016 no Moodle do Stoa

amb2016-1A criação de ambientes de apoio às disciplinas da USP, oferecimento 2016, já está liberada. Como explicado na documentação para Docentes, para que os botões verde “criar ambiente” "criar ambiente" aparecem na página inicial do Moodle do Stoa, é preciso que a seção de aluno da Unidade tenha cadastrado o(a) ministrante no Júpiter ou Janus e associada a uma turma de 2016.

Se isso (ainda) não foi feito ou se por algum outro motivo a integração  Júpiter/Janus -> Moodle do Stoa não funcionar, podemos criar o ambiente manualmente: entre em contato com suporte@stoa.usp.br mencionando o código Júpiter, seu número USP e se gostaria juntar um ou mais turmas no Júpiter para um único ambiente de apoio  no Moodle do Stoa.

Após a criação do novo ambiente, importe o conteúdo dos seus ambientes do ano passado. Se é preciso importar ambientes de anos passados de outros docentes, podemos ajudar com isso: entre em contato com suporte@stoa.usp.br com os 1. o link (URL, endereço da Web) ambiente novo e 2. o link do ambiente novo.

Aviso para quem criar seu ambiente de apoio com antecedência

Por padrão, a integração Júpiter/Janus -> Moodle do Stoa inscreve todos os inscritos (note, não somente matriculados) no Júpiter no ambiente sendo criado. Também por padrão são mandados convites a inscritos no Júpiter ainda sem conta no Moodle do Stoa. Para quem está se adiantando e não gostaria que futuros alunos tenham acesso a trabalho em andamento, recomendamos adotar estas duas medidas:

1. Não mandar convites

No terceiro passo após clicar Screenshot from 2015-12-09 12:55:35, é oferecida a possibilidade mandar convites para o Stoa. Faz sentido escolher “Nenhum” se o ambiente ainda vai demorar para estar disponível. Pode mandar os convites quando o ambiente estiver pronto (e as matriculados no Júpiter estejam estabilizadas).

amb2016-convites

2. Ocultar para alunos o ambiente de apoio

Para deixar seu ambiente inacessível para os alunos inscritos, vá para as configurações do ambiente (bloco Administração / Editar configurações), procure na seção Geral o campo “Visível” e use Ocultar. Isso impede alunos ver o ambiente, mas Docentes e Monitores poderão acessar normalmente.

ocultar-ambiente

Uso do Moodle do Stoa continua crescendo

A equipe Stoa apresentou os últimos dados de uso do Moodle do Stoa no Congresso de Educação organizado pela Pró-Reitoria de Graduação da USP no dia 27 de maio. Veja o painel que apresentamos (clique para o PDF).

congressoedu-stoa

O que vemos, em poucas palavras, é um uso ainda crescente do Moodle do Stoa, sem dúvida em função de uma demanda cada vez mais forte para Tecnologia Educacional por parte do nosso corpo docente (talvez incentivado pelos seus estudantes). Estamos atendendendo agora, no primeiro semestre de 2015 20 mil usuários ativos (se logam pelo menos uma vez por semana), 1000 docentes e 20% de todas as disciplinas (5500 no primeiro semestre) oferecidas na USP. Vejam os números de acessos de página e criação de ambientes de apoio:

moodle-stoa-criacao-ambientes-absoluto-2015-1

moodle-stoa-uso 2015-1moodle-stoa-criacao-ambientes-2015-1

 

 

Por outro lado, o uso é muito variado entre usuários, disciplinas e unidades. Alguns usam muito, muitos usam pouco. Um exemplo das grandes diferenças de uso do Moodle do Stoa entre Unidades da USP é o número de ambientes de apoio online criado, normalizado pelo número de disciplinas oferecidas pela Unidade (note que no IF por exemplo muitas disciplinas usam 2 ambientes online por disciplina, porque são ministrados por docentes diferentes no período noturno e diurno):

moodle-stoa-criacao-ambientes-relativo-2015-1

Acreditamos que a grande diferença entre as unidades indicam processos do tipo “contágio social” na adoção da tecnologia. As mesmas desigualdades de uso se mostra entre usuários. A distribuição (cumulativa complementar) das ações sobre os usuários segue uma lei de potência na cauda, com expoente 3.5, parecido com as outras distribuições empíricas (Clauset, A., Shalizi, C.R., Newman, M.E.J., 2007. Power-law distributions in empirical data. http://arxiv.org/abs/0706.1062.)

moodle-stoa-us-o-usuarios-2015-1

Como curiosidade, veja uma visualização da distribuição do número de ações (“clicks”, grosso modo) por pessoa em algumas unidades:

moodle-stoa-acao-por-usuario-2015-1

Moodle do STOA: Lista de matriculados x Lista de participantes

É comum recebermos e-mails de docentes e monitores questionando sobre diferenças entre a lista de participantes em seu ambiente do Moodle do STOA e a lista de matriculados do sistema Júpiter/Janus. No geral, duas podem ser as razões:

1) O docente optou por utilizar no ano corrente o ambiente do ano anterior. Neste caso, os alunos matriculados no ano corrente não foram inscritos porque o campo Turmas USP nas configurações do ambiente não foi atualizado.

É possível procurar o suporte do STOA e requisitar a atualização das configurações do ambiente, mas o que fazer com os alunos do ano anterior? Desinscrever manualmente, um a um, pode ser bem oneroso.

Solução: criar um novo ambiente para os novos alunos e importar o conteúdo do ambiente do ano anterior.

Não se lembra dos 3 cliques para criar um novo ambiente? Veja o passo a passo, clique aqui!

Quer aprender a importar o conteúdo de seus outros ambientes do Moodle do STOA? Fácil, clique aqui!

2) Nem todos os alunos matriculados possuem cadastro no STOA e/ou acessaram o Moodle STOA anteriormente.

Solução: convidar esses alunos, com alguns cliques em seu ambiente virtual, a efetuarem o cadastro e acessarem o Moodle com mesmo login e senha.

  • Acesse seu ambiente no Moodle do STOA e no bloco Administração do ambiente, selecione Usuários –> Métodos de Inscrição.
  • Na tabela Métodos de Inscrição, selecione Envio de convites por e-mail Envio de convites por e-mail, na linha correspondente ao método External STOA.
  • Selecione os usuários não inscritos, altere (ou não) a mensagem sugerida para o convite e clique em Enviar mensagem.
1 - Administração do Ambiente
Passo 1
Passo 2
Passo 2
Passo 3
Passo 3

A medida que se cadastrarem no STOA e acessarem o  Moodle STOA, irão automaticamente aparecer na relação de participantes de seu ambiente.

 

 

STOA – Alunos sem número USP

Alunos sem número USP podem acessar meu ambiente no Moodle do STOA? Como?

SIM! O docente que deseja compartilhar Recursos com seus alunos ouvintes, pode configurar seu ambiente no Moodle do STOA para permitir o acesso de visitantes. Pode também configurar uma senha para visitantes e compartilhar o link de seu ambiente no Moodle do STOA com o aluno. Desta forma ele terá acesso aos arquivos compartilhados.

Dicas interessantes sobre a restrição de Recursos, Clique Aqui!

Ajuda para criar repositórios de arquivos, Clique Aqui!

Mas, se o ambiente envolve Atividades (p.e. Fóruns, Tarefas, Questionários, Enquetes etc.), essa solução não é suficiente.

Visitantes acessam somente os Recursos (p.e. Arquivos, Vídeos, Imagens etc.). Neste caso, o seguinte procedimento deve ser adotado:

1) Convide o aluno a se cadastrar

Acesse http://social.stoa.usp.br/myprofile/seu_nome_de_usuário_STOA e convide os ouvintes a se cadastrarem no STOA. Observe as imagens abaixo para mais detalhes.

Acesse http://social.stoa.usp.br
Acesse a rede Social do STOA.
No painel de controle, clique em Convidar Amigos
No Painel de Controle, clique em Convidar Amigos.
Selecione E-mail e clique em Próximo
Selecione E-mail e clique em Próximo.
Digite o e-mail do(s) aluno(s) sem número USP e clique em Convidar!
Digite o e-mail do(s) aluno(s) sem número USP e clique em Convidar!

Personalize o convite! Por exemplo: inclua o link do ambiente da disciplina no Moodle do STOA; orientação para que o aluno lhe avise quando se cadastrar e se logar no Moodle do STOA; orientação para autoinscrição em seu ambiente no Moodle do STOA. Veja a sugestão abaixo:

[box] Olá <friend>,

O docente NOME DO DOCENTE lhe convida a participar do STOA e acessar seu ambiente virtual em apoio a disciplina NOME DA DISCIPLINA (LINK DO AMBIENTE).

Para aceitar o convite, por favor siga este link: <url>

Ao efetuar o cadastro, ignore o campo Número USP. Então, acesse http://disciplinas.stoa.usp.br com mesmo login e senha. Após efetuar o cadastro e o login, escreva para E-MAIL DO DOCENTE comunicando.

Atenção: este é um e-mail automático, favor não responder.

<environment>

[/box]

As imagens abaixo mostram como será o e-mail recebido pelo aluno e a tela de cadastro.

Este é o e-mail que o aluno irá receber. Peça ao aluno que fique atento a caixa de SPAM.
Este é o e-mail que o aluno irá receber. Peça ao aluno que fique atento a caixa de SPAM.
Está é a tela de cadastro que o aluno deverá preencher.
Está é a tela de cadastro que o aluno deverá preencher. Ele deve ignorar o campo Número USP!

É imprescindível que, após aceitar o convite, o aluno acesse o Moodle do STOA com mesmo login e senha!

2) Inscreva o aluno manualmente ou Configure a autoinscrição

Acesse o ambiente do Moodle do STOA no qual deseja inscrever o aluno.

a) Inscrição manual

Depois de garantir que o aluno está cadastrado e se logou pelo menos uma vez o Moodle do STOA, acesse Administração do ambiente –> Usuários –> Inscrição de usuários e faça a busca pelo e-mail do aluno.

Detalhes sobre como inscrever alunos manualmente, Clique Aqui.

b) Configuração da autoinscrição

Ideal quando há mais de um aluno sem número USP e/ou alunos não matriculados.

Acesse Administração do ambiente –> Usuários –> Métodos de inscrição e configure uma senha para Autoinscrição (estudante). Informe ao aluno o link do ambiente e a senha configurada.

Detalhes sobre como configurar a autoinscrição de alunos, Clique Aqui.

Ainda sobre os emails enviado pelo Moodle

[Resumo executivo: seu email configurado no Moodle é @yahoo.com? Leia esta mensagem, porque talvez Moodle não envia as notificações dos seus posts nos fóruns.]

[Atualizado março 2017]

Email, apesar da existência de meios de comunicação mais novas (e a existência de alternativas dentro do próprio Moodle), continua sendo uma das maneiras essenciais de entrar em contato com os participantes do Moodle. O Moodle mande notificações via email quando há novos posts no fórum, quando “Tarefas” são corrigidas, quando uma mensagem interna é mandada (e você não está online) etc. etc. Nos últimos dias descobrimos mais um problema com o envio de email pelos nossos Moodles que afeta sobretudo os emails mandados em nome de usuários com emails @yahoo.com ou @yahoo.com.br.

O que acontece

Quando alguém coloca por exemplo um post num fórum de notícias, o Moodle tenta mandar um email de notificação aos inscritos do seu ambiente de apoio. Este email é mandado “em seu nome”: para os servidores do email é como você, pessoalmente, escreveu e mandou esta notificação e seu email é usado como remitente (há exceções: pode configurar seu perfil para que seu email fique escondido, veja a solução 2 embaixo).

Acontece que o serviço de email do Yahoo recentemente mudou uma política e servidores de email não permitem mais mandar emails como se fossem do @yahoo.com. Isto afeta os email que Moodle manda em seu nome.

A solução

Veja como contornar o problema:

Solução 1.

Configurar seu email no Moodle para o seu email @usp.br (ou, um outro email que não seja @yahoo.com). Veja como mudar seu email.

Passo 1: vá para o lugar onde pode mudar seu perfil (se a barra lateral é contraída, expande-a, clique em “Administração” | Modificar perfil):

Como achar as configurações do seu perfil e das suas mensagens no Moodle

 

Passo 2: Mude seu email, de preferência para seu email @usp.br, mas um gmail, hotmail etc. deve também funcionar. Note que pode mudar o email onde notificações para você são mandadas, veja o passo 3.

No seu perfil há campos para seu email e como divulgar este email a outros.

Passo 3: Se não costuma usar o seu email @usp.br (e não configurou um redirecionamento para um outro email), pode configurar na página de configuração de mensagens um outro email onde as notificações são enviadas.

mudar-email3

Solução 2.

Configurar seu perfil para “esconder seu email. Isto vai fazer com que o remitente dos emails fica no-reply@edisciplinas.usp.br. A desvantagem desta solução é que alunos não podem mais entrar em contato respondendo diretamente no seu email (outros podem considerar isto uma vantagem). Vá no seu perfil e mude esta configuração:

configurar-email4

Detalhes técnicos

Esse é um problema conhecido, não exclusivo ao Moodle, mas comum a qualquer software que manda email. Veja uma discussão no moodle.org. Existe uma opção para o admin do Moodle forçar todo email ser mandado com o endereço noreply como remetente. Mas verifiquei esta opção um tempo atrás e parecia fazer com que todos os emails ficaram com “from:noreply@stoa.usp.br”, o que é uma medida muito drástica.

Veja a resposta dos especialistas do DTI:

“Referente a solicitação, existe uma politica de controle de origem de e-mail (DMARC – http://www.dmarc.org/), adotado pelo Gmail e Yahoo, mas até algum tempo atrás não eram tão restritivas. O Yahoo deve ter mudado sua política, só permitindo o envio de mensagens de seu dominio por hosts autorizados, por questão de segurança. Em outras palavras, aparentemente estão recusando envio de mensagens do Yahoo usando os hosts que fazem envio para o Moodle do Stoa, por não terem autorização para isso. Para que isso deixe de acontecer, as mensagens não devem ser enviadas como se fossem do Yahoo ou outro domínio.”